Superfoods?

Superfoods

Excepcionalmente ricos em nutrientes e fitonutrientes essenciais

Os superalimentos consistem numa seleção variada de frutas, sementes e plantas que apresentam naturalmente um perfil rico em nutrientes. Os superalimentos provêm, frequentemente, de terras distantes, mas agora estão bem implantados na Europa. Geralmente crescem no seu estado selvagem em habitats sujeitos a condições extremas (cordilheiras montanhosas de elevadas altitudes, regiões desérticas, selva).

Este é o motivo pelo qual contêm uma concentração excecionalmente elevada de substâncias naturais protetoras ou fitonutrientes, que constituem o sistema imunológico da planta. Assim os superalimentos estão muito nutritivos devido à elevada concentração de nutrientes essenciais que apresentam. E podem, desta forma, contribuir em muito para a nossa saúde.

Raw of living food

Estes alimentos não foram sujeitos a temperaturas superiores a 42°C.

Os alimentos “raw” ou “living food” são alimentos crus, vivos, não processados, alimentos cujo tratamento e manipulação foram reduzidos ao mínimo e que por isso mantêm todos os seus nutrientes vitais. Estes alimentos não foram sujeitos a temperaturas superiores a 42°C. Se colocarmos na terra uma semente “raw” e uma semente processada, por exemplo que tiver sido aquecida, apenas a primeira germinará.

A semente aquecida ainda contém nutrientes, mas é incapaz originar uma nova vida, uma nova planta. Este exemplo ilustra a importância de uma dieta alimentar na qual os vegetais sejam transformados e aquecidos o menos possível, de modo a que o valor nutricional natural seja preservado. Além disso, o calor induz inúmeras reações químicas e até, por vezes a formação de substâncias tóxicas.

Porquê consumir superfoods?

Os superalimentos fornecem uma vasta gama de nutrientes essenciais.

Os superalimentos fornecem uma vasta gama de nutrientes essenciais. E em combinação com uma dieta equilibrada, promovem um estilo de vida saudável. São mais fáceis de encontrar na forma seca, pois quando frescos não estão disponíveis durante todo o ano. Os superalimentos frescas são provenientes de países distantes e têm que viajar um longo caminho, o que resulta na perda de grande parte do seu valor nutricional antes de chegarem ao nosso prato. Devemos sempre privilegiar os alimentos da época que se conservam melhor. A presença de (fito) nutrientes na forma concentrada é particularmente adequada a todas as pessoas que levam uma vida ativa, sendo assim muito fácil adicioná-los ao nosso regime alimentar habitual. Os superalimentos fornecem, de forma rápida e conveniente, as nossas necessidades diárias de frutas e legumes. O seu perfil nutricional é muito superior ao existente em alimentos processados e refinados, que infelizmente cada vez mais ganham destaque nas superfícies comerciais.

Os superalimentos podem ajudar-nos a praticar um regime alimentar saudável, mas em nenhum caso devem ser uma desculpa para perpetuar hábitos alimentares pouco saudáveis. É essencial assegurar uma dieta alimentar equilibrada de modo a fornecer ao nosso corpo, todos os nutrientes necessários à manutenção da saúde. Contudo nenhum alimento sozinho pode cumprir esta missão. Os superalimentos são excelentes fontes de nutrientes e de substâncias protetoras, mas devem constituir apenas uma ferramenta extra, prática e eficaz, para todos aqueles que desejam adotar um estilo de vida saudável e dinâmico. Também têm a vantagem de fornecer uma grande quantidade de nutrientes essenciais, de forma muito concentrada, e por isso devem ser consumidos em pequenas quantidades.

Qual efeito dos superalimentos no corpo?

Eles contribuem para um estilo de vida saudável

Se a nossa dieta é desequilibrada e estamos expostos a toxinas de todos os tipos (devido a um ambiente poluído, uso excessivo de medicamentos, exposição a metais pesados, …), o nosso organismo fica fortemente sobrecarregado. O fígado esforça-se para purificar o sangue diariamente, minimizando essa sobrecarga.

Todos os resíduos e toxinas são expelidos pelo fígado e intestinos. Os rins também participam na limpeza interna, filtrando o sangue circulante e livrando-o de toxinas. Mas quando esse mecanismo natural de desintoxicação está sobrecarregado, desenvolve-se um desequilíbrio, que se manifesta por vários sintomas, como cansaço, falta de dinamismo, mau humor, tez baça, resfriados repetidos, erupções cutâneas. etc. Uma cura de desintoxicação, de modo a libertar o corpo das suas toxinas, ajuda a aliviar órgãos sobrecarregados e restaura a energia.

Globalmente, as doenças cardiovasculares e os cancros estão em primeiro e segundo lugares, respetivamente, nas principais causas de morte. O consumo regular de legumes e frutas correlaciona-se com o menor risco de desenvolvimento de doenças crónicas, como cancro, doenças cardiovasculares e diabetes.

Os superalimentos são extremamente ricos em antioxidantes (eles exibem valores elevados de ORAC). Por sua vez os antioxidantes são capazes de neutralizar os radicais livres no nosso corpo e, assim, impedir a sua influência prejudicial. As nossas células ficam desta forma protegidas, o que preserva a juventude do organismo.

Como utilizar os SUPERFOODS?

Deixe-se inspirar antes de experimentar os superalimentos

Os superalimentos são o complemento perfeito para a nossa dieta diária. Encontrará em nosso blog informações, muitas receitas, dicas e sugestões. Dê rédea solta à sua criatividade!

VOCÊ QUER SABER MAIS?

Baixe nossos brochuras aqui